quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Verdade, nua e crua


Tenho ficado impressionado com a quantidade de mulheres sozinhas que me procuram, no consultório. Na categoria “mulheres sozinhas”, incluo também aquelas que estão em relacionamentos nos quais o parceiro está, mas não está, saca? Não? Eu também não, mas, acredite se quiser, esta é a categoria mais densamente povoada do meu gráfico relativo á população feminina da nossa espécie, no momento. Pelo menos, as que me procuram…

Como é um relacionamento no qual o parceiro está, mas não está? Ah, ele está, mas não tem compromisso nenhum de estar lá amanhã ou depois. Ele está “ficando” com ela (e com a torcida do Flamengo ao mesmo tempo) enquanto a “parada rolar”, saca?

Algumas clientes me contam o mesmo roteiro: ela estava namorando um rapaz. Daí eles se separaram. Depois da separação, “ficaram” durante algum tempo e ele arrumou outra. E agora, como estão? Eu pergunto… Ah, agora a gente tá só de “rolo”, saca?…

Vejam, em um pequeno parágrafo, temos três categorias diferentes de relacionamentos: namoro, ficar e rolo. Não sei se sei claramente o que vem ser cada uma e a diferença entre elas, mas me parece que o que as caracteriza, são os teores de comprometimento com a relação, encontrados: o baixo, o baixíssimo e o quase inexistente, que seria uma espécie de “Coca-Diet” dos relacionamentos.

Traduzindo: Ela tinha um namorado. Eles tinham um relacionamento. Havia momentos, conflitos, negociações, resoluções de conflitos, sexo, que ás vezes era bom, ás vezes era ruim, e ás vezes não rolava. Gozo, lágrimas, cobranças, baixarias, momentos sublimes… Eles saiam juntos para ir jantar, ir ao cinema, ir visitar os pais dela, os dele, a tia chata que está no hospital… Ele tinha que comprar um presente para ela no dia do aniversário dela, ela no dele… Dia dos namorados… Levar o cachorro para dar uma volta, dar uma dura no irmão menor dela, que não respeita ninguém… Um auxiliava o outro a estudar para o concurso, a prova da carteira de motorista… Ela lia o evangelho pra ele, que era ateu… Enfim, algo cheio de altos e baixos, momentos bons e ruins, alegres e tristes, que eles iam vivendo juntos, compartilhando… Tipo “Eduardo e Mônica”… Saca? Estavam até pensando em noivar… Em 2012 (se o mundo não acabar…)

Então ele começou a achar ruim essa história, por que tudo isso estava “limitando a liberdade” dele, e ele é muito jovem e precisa “viver a vida”, saca?… Uai tchê, mas aquilo tudo lá que eles estavam vivendo juntos não é a vida? É o que então? O que é a vida, então?

Mas ele achou (e os pais dele concordaram) que ele é “muito jovem para se comprometer”, e que precisa “aproveitar mais a vida”… Afinal, ele só tem trinta e cinco anos… Eles romperam o namoro…

Se você acha que cada um seguiu o seu rumo na vida, lambendo as feridas e cicatrizando o que ficou aberto, para se permitir uma nova relação com outra pessoa, você está completamente enganado. Eles agora inauguraram uma nova modalidade: o ficar. Eles “ficam”, de vez em quando.

Qual é a diferença? Bem, de toda aquela lista de coisas que eles faziam juntos, lá em cima, sobrou apenas o sexo, e sair, vez por outra para um jantar ou um cinema (cada um paga o seu, que fique bem claro). Ou seja, tira-se fora o ônus da relação, e fica-se apenas com o bônus. Filé sem osso, peixe sem espinhas, aquelas saladas que já se compram prontinhas para ir á mesa, não precisa nem lavar… Empacotadinho, você nem suja as mãos… Genial, não?

E o que aconteceu nos capítulos seguintes? Bem, ele arrumou outra namorada. Mas… Ele não era jovem demais para perder a sua “liberdade”? Sim, mas essa é gatíssima, e tem uns dez anos a menos, e… é malhadíssima, e… coisa de alma, espiritual, saca? Coisa de outra vida… E a cliente? Eles se separam de vez? Você poderia perguntar. Acabou o “ficar”?

Sim e não… Mais ou menos… Eles agora não estão mais ficando, eles estão de “rolo”. Saca?

Agora, de toda aquela lista, só sobrou o sexo. E é sempre bom, porque ela agora é a “outra”, e sexo com a outra sempre é mais gostoso, saca?

Este sim é o supra-sumo da “relação free”, “Amor” livre mesmo, a grande evolução da nossa espécie, o fast-food dos relacionamentos, só prazer, puro prazer… A Coca-Zero: o fast-foda. Nenhum compromisso meeeesmoooo! Nenhum sofrimento, nenhuma preocupação, nenhuma chateação. Até uma garota de programa, que recebe dinheiro explicitamente pelos seus serviços, recebe mais consideração…

Sim, podemos freudianamente enumerar uma lista de motivos para ela topar um “negócio da china” destes, e eu faria isto sem nenhuma objeção. Mas quando algo vira uma epidemia mundial, penso que temos que ir por outro caminho…

Já dizia Carl Jung em meados do século passado (JUNG, C.G.; Sobre o Amor - Seleção e edição de Marianne Schiess; Editora Idéias & Letras, Aparecida, SP, 2005; pg.23):


Assim como nenhuma planta cresce contra a morte, não existem meios simples de se facilitar uma coisa difícil, como no caso da vida. Podemos somente eliminar a dificuldade por meio de um correspondente emprego de energia. As soluções libertadoras só existem quando o esforço é integral. Todo o resto é coisa mal feita e inútil. Só se poderia pensar em amor livre se todas as pessoas realizassem elevados feitos morais. Mas a idéia do amor livre não foi inventada com esse objetivo e sim para deixar algo difícil parecer fácil. Ao amor pertencem a profundidade e a fidelidade do sentimento, sem os quais o amor não é amor, mas somente humor. O amor verdadeiro sempre visa ligações duradouras, responsáveis. Ele só precisa da liberdade para escolha, não para sua implementação.Todo amor verdadeiro, profundo é um sacrifício. Sacrificamos nossas possibilidades, ou melhor, a ilusão de nossas possibilidades. Quando não há esse sacrifício, nossas ilusões impedirão o surgimento do sentimento profundo e responsável, mas com isso também somos privados da experiência do amor verdadeiro. O amor tem mais do que uma coisa em comum com a convicção religiosa: ele exige um posicionamento incondicional, ele espera uma doação completa. E como apenas aquele que crê, aquele que se doa por completo a seu Deus, partilha da manifestação da graça de Deus, assim também o amor só revela seus maiores segredos e milagres àquele capaz de uma doação incondicional e de fidelidade de sentimentos. Como esse esforço é muito grande, só alguns poucos mortais podem vangloriar-se de tê-lo realizado. Porém, como o amor mais fiel e o que se doa ao máximo sempre é o mais belo, nunca se deveria procurar o que pudesse facilitá-lo. Só um mau cavaleiro de sua dama do coração recua diante da dificuldade do amor. O AMOR É COMO DEUS, AMBOS SÓ SE OFERECEM AOS SEUS SERVIÇAIS MAIS CORAJOSOS.

É claro que Jung está falando de algo muito elevado, de um modelo ideal. Mas não podemos deixar de olhar para a situação em que nos encontramos, na qual estamos fazendo justamente aquilo que ele diz ser “coisa mal feita e inútil”, aquilo que ele diz não ser amor, e sim apenas humor, e nos perguntarmos: onde este trem vai parar? O que acontece quando tornamos algo difícil parecer fácil? O que acontece conosco, quando não queremos mais viver nenhum tipo de sacrifício pelo amor? Nenhum tipo de sacrifício? O que acontece conosco quando renunciamos ao amor, ou a possibilidade de vir a conhecê-lo, mesmo que de longe? O que acontece conosco quando renunciamos á renuncia, e partimos numa viagem desesperada em busca de prazer?

O que acontece conosco quando nos prostramos aos pés de uma deusa chamada liberdade, mesmo que não tenhamos a menor idéia do significado espiritual desta palavra?

Podemos talvez nos perguntar o que vai acontecer com essa geração de homens e mulheres, essa geração de menininhos e menininhas mimados que só querem comer a cobertura de chocolate do bolo? Menininhos e menininhas que quando encontram o recheio de ameixa, logo pegam outra fatia, para comer só o “docinho”… O que espera essa geração de gente que foge da entrega e do amor, que nem o diabo foge da cruz? Essa gente que foge do compromisso, de decisão? Da escolha, do sacrifício, essa gente que foge da dor… E da vida… O que acabará por encontrar?

Talvez esta fala do velho sábio esteja relacionada com a explosão nas vendas de antí-depressívos e antí-ansiolíticos que observamos nas últimas décadas… Talvez este assunto que discutimos aqui esteja relacionado de alguma maneira com as previsões sombrias da OMS (Organização Mundial de Saúde), de que teremos 35% da população mundial sofrendo de depressão em 2020, e outros 35% atolados em alguma forma severa de adição, sejam drogas, alcool, comida, sexo ou compras…

Saca?


Post roubado do blog do maltz pois de tão certeiro e verdadeiro me deu vontade de ter sido escrito por mim! ;-)

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

OKTOBERFEST


Ai que depois de muito susto e muita chuva, começa hoje (sem chover) a Oktober.
Tá que já foi melhor, tá que já passei meu momento beber até cair, tá que é festa popular, tá que é aquele aperto e aquele empurra empurra várias vezes, tá que a cidade vira uma loucura, que o trânsito vira um caos e td mais.
Mas vá lá pipou, é TÃO diver!! ^^

Hahaha

Passar lá e tomar um choppinho Eisenbahn, reencontrar muita gente, dar risada e ouvir as musiquinhas típicas.

Ok gente não precisa insistir, eu VOU!!

Esse ano vários nomes da música eletrônica estarão presentes na Tenda (chique né?) inclusive Aninha e meu amigo ALex Dias, então nem tem como não ir. E tem mais, sou fã megaincondicionalmaster dos desfiles.

Coisa mais goXXtosa!!!

Hein Prosit pra vcs!

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Porque as mulheres vão juntas ao banheiro?


O grande segredo de todas as mulheres com relação aos banheiros é que quando pequenas, quem as levava ao banheiro era sua mãe. Ela ensinava a limpar o assento com papel higiênico e cuidadosamente colocava tiras de papel no perímetro do vaso e instruía:

"Nunca, nunca sente em um banheiro público"
E, em seguida, mostrava "a posição" , que consiste em se equilibrar sobre o vaso numa posição de sentar sem que, no entanto, o corpo não entre em contato com o vaso.

"A Posição" é uma das primeiras lições de vida de uma menina, super importante e necessária, e irá nos acompanhar por toda a vida. No entanto, ainda hoje, em nossa vida adulta, "a posição" é dolorosamente difícil de manter quando a bexiga está estourando.

Quando você TEM que ir ao banheiro público, você encontra uma fila de mulheres, que faz você pensar que o Bradd Pitt deve estar lá dentro. Você se resigna e espera, sorrindo para as outras mulheres que também estão com braços e pernas cruzados na posição oficial de "estou me mijando".

Finalmente chega a sua vez, isso, se não entrar a típica mamãe com a menina que não pode mais se segurar.

Você, então verifica cada cubículo por baixo da porta para ver se há pernas.

Todos estão ocupados.

Finalmente, um se abre e você se lança em sua direção quase puxando a pessoa que está saindo.

Você entra e percebe que o trinco não funciona (nunca funciona); não importa... você pendura a bolsa no gancho que há na porta e se não há gancho (quase nunca há gancho), você inspeciona a área.. o chão está cheio de líquidos não identificados e você não se atreve a deixar a bolsa ali, então você a pendura no pescoço enquanto observa como ela balança sob o teu corpo, sem contar que você é quase decapitada pela alça porque a bolsa está cheia de bugigangas que você foi enfiando lá dentro, a maioria das quais você não usa, mas que você guarda porque nunca se sabe...

Mas, voltando à porta...

Como não tinha trinco, a única opção é segurá-la com uma mão, enquanto, com a outra, abaixa a calcinha com um puxão e se coloca "na posição".

Alívio...... AAhhhhhh.....finalmente...

Aí é quando os teus músculos começam a tremer ...

Porque você está suspensa no ar, com as pernas flexionadas e a calcinha cortando a circulação das pernas, o braço fazendo força contra a porta e uma bolsa de 5 kg pendurada no pescoço.

Você adoraria sentar, mas não teve tempo de limpar o assento nem de cobrir o vaso com papel higiênico. No fundo, você acredita que nada vai acontecer, mas a voz de tua mãe ecoa na tua cabeça "jamais sente em um banheiro público!!!" e, assim, você mantém "a posição" com o tremor nas pernas...

E, por um erro de cálculo na distância, um jato finíssimo salpica na tua própria bunda e molha até tuas meias!! Por sorte, não molha os sapatos. Adotar "a posição" requer grande concentração. Para tirar essa desgraça da cabeça, você procura o rolo de papel higiênico, maaassss, puuuuta que o pariuuuu...! O rolo está vazio...! (sempre)

Então você pede aos céus para que, nos 5kg de bugigangas que você carrega na bolsa, haja pelo menos um miserável lenço de papel. Mas, para procurar na bolsa, você tem que soltar a porta. Você pensa por um momento, mas não há opção...

E, assim que você solta a porta, alguém a empurra e você tem que freiá-la com um movimento rápido e brusco enquanto grita OCUPAAADOOOO!!!

Aí, você considera que todas as mulheres esperando lá fora ouviram o recado e você pode soltar a porta sem medo, pois ninguém tentará abrí-la novamente (nisso, as mulheres nos respeitamos muito) e você pode procurar teu lenço sem angústia. Você gostaria de usar todos, mas quão valiosos são em casos similares e você guarda um, por via das dúvidas. Você então começa a contar os segundos que faltam para você sair dali, suando porque você está vestindo o casaco já que não há gancho na porta ou cabide para pendurá-lo. É incrível o calor que faz nestes lugares tão pequenos e nessa posição de força que parece que as coxas e panturrilhas vão explodir. Sem falar da porrada que você levou da porta, a dor na nuca pela alça da bolsa, o suor que corre da testa, as pernas salpicadas....

A lembrança de tua mãe, que estaria morrendo de vergonha se te visse assim, porque sua bunda nunca tocou o vaso de um banheiro público, porque, francamente, "você não sabe que doenças você pode pegar ali"

... você está exausta. Ao ficar de pé você não sente mais as pernas. Você acomoda a roupa rapidíssimo e tira a alça da bolsa por cima da cabeça!....

Você, então, vai à pia lavar as mãos. Está tudo cheio de água, então você não pode soltar a bolsa nem por um segundo. Você a pendura em um ombro, e não sabendo como funciona a torneira automática, você a toca até que consegue fazer sair um filete de água fresca e estende a mão em busca de sabão. Você se lava na posição de corcunda de notre dame para não deixar a bolsa escorregar para baixo do filete de água.... O secador, você nem usa. É um traste inútil, então você seca as mãos na roupa porque nem pensar usar o último lenço de papel que sobrou na bolsa para isso.

Você então sai. Sorte se um pedaço de papel higiênico não tiver grudado no sapato e você sair arrastando-o, ou pior, a saia levantada, presa na meia-calça, que você teve que levantar à velocidade da luz, e te deixou com a bunda à mostra!

Nesse momento, você vê o teu carinha que entrou e saiu do banheiro masculino e ainda teve tempo de sobra para ler um livro enquanto esperava por você.

"Por que você demorou tanto?"

pergunta o idiota..

Você se limita a responder

"A fila estava enorme"

E esta é a razão porque as mulheres vamos ao banheiro em grupo. Por solidariedade, já que uma segura a tua bolsa e o casaco, a outra segura a porta e assim fica muito mais simples e rápido já que você só tem que se concentrar em manter "a posição" e a dignidade.

E Obrigada a todas as amigas que já me acompanharam ao banheiro.

MUITO BOM!


Hahaha

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

HAVE A NICE HOLIDAY

Eis que chegou o feriado e eu tô de ótimo humor. Aliás graças a Deus, porque eu quando tô mau-humorada nem eu mesma me aguento, imagina meus amigos. Mas então.. enquanto eu estou nessa fase de sorrir pro dia, todos os meus amigos mais próximos estão num momento meio down em função de seus coraçõezinhos confusos. É um tal de: "por que ele fez isso?" "Tô me sentindo péssima." " Só tenho vontade de comer." "Mas eu gosto dela." "Não quero mais sofrer." "Tenho medo. " e "tô muito gordo(a)" nos últimos dias que eu acho até engraçado eu já não estar mais nessa fase. Tudo bem, nos últimos dias alguns acontecimentos contribuiram para um sorriso a mais na minha pessoa, mas eu já estava muito bem comigo, meu coração e meus botões antes disso. O fato é que quando você tá bem com você, tudo flui na sequencia. Você acorda de bom humor, sai pra trabalhar, dá bom dia pro vizinho (hihi), se alegra com o sol da manhã, ouve uma música e canta junto, trabalha com vontade, não se estressa e nem perde a paciênciacom coisas pequenas, ouve os amigos, aconselha quando é solicitada, sente sempre que a situação tem uma lado bom pra mostrar, sorri espontâneamente, brinca, dá risada... enfim, parece que tudo é mais fácil na vida.
Mas eu também estive nuns dias (ou semanas) bem negros. Sei que é um saco, melancólico e que a gente se odeia nesse período. Mas a mudança está no momento que você para tudo e diz: Opa! Eu não sou assim! Qual a razão disso? Vamos sacodir a poeira e dar a volta por cima! Se esforçe!! Só você que pode virar a situação à seu favor ( e a favor de seus amigos que agradecem!).
Não esse não é um post de reclamação à respeito da tristeza alheia. É um pensamento, de como tudo acontece em ciclos, e de como cada um de nós é responsável pela duração desses ciclos.
=)
Eu vou para a praia, com 4 amigas que adoro e que são ótimas companhias. Sei que será uma mudança de ares, de ambiente e de pessoas. E sei que isso vai fazer um bem danado à todas. Algumas vezes só o que se precisa é mudar um pouquinho o caminho que estamos acostumados a fazer todos os dias. Uma rua diferente, um horário diferente, um lugar diferente. Já traz outra cor para a coisa!
Um feriadão ajuda também que eu sei. Quando voltarmos, já será terça, a semana menor, com sorte bronzeadas e prontas para sermos melhores.

Rá! Um excelente feriado à todos. Aproveitem para fazer um pouquinho diferente!

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Da série Amar É...


"Love is when you tell a guy you like his shirt, then he wears it everyday.” - Noelle, age 7

“Love is when a girl puts on perfume and a boy puts on shaving cologne and they go out and smell each other.” - Karl, age 5

“Love is when my mommy makes coffee for my daddy and she takes a sip before giving it to him, to make sure the taste is OK.” - Danny, age 7

“Love is like a little old woman and a little old man who are still friends even after they know each other so well.” - Tommy, age 6

“Love is what makes you smile when you’re tired.” - Terri, age 4

“Love is when Mommy gives Daddy the best piece of chicken.” - Elaine, age 5

“Love is when your puppy licks your face even after you left him alone all day.” - Mary Ann, age 4

“I know my older sister loves me because she gives me all her old clothes and has to go out and buy new ones.” - Lauren, age 4

“When my grandmother got arthritis, she couldn’t bend over and paint her toenails anymore. So my grandfather does it for her all the time, even when his hands got arthritis too. That’s love.” - Rebecca, age 8

“When you love somebody, your eyelashes go up and down and little stars come out of you.” - Karen, age 7

“Love is when Mommy sees Daddy smelly and sweaty and still says he is handsomer than Brad Pitt.” - Chris, age 7

“You really shouldn’t say ‘I love you’ unless you mean it. But if you mean it, you should say it a lot. People forget.” - Jessica, age 8

Love is when you go out to eat and give somebody most of your French fries without making them give you any of theirs.” - Chrissy, age 6

Ah gente!! Que bonitinho né?? Tô precisada de um amor desses. Aquele apaixonado. Sabe como? =P

Aleatoriedades

Então que hoje é sexta em Blumenau. Tá eu sei que hoje é terça, mas como amanhã é feriado de aniversário da cidade, pra mim hoje é sexta, e amanhã domingo! Aí depois é quinta e então já é sexta de novo!! Olha que lindo isso! =D

Aí que já em clima de sexta feira eu estava passeando por aí e parei num blog que já nem lembro mais e li um post que me levou ao site dassas lindas garrafinhas. O site é muito cute, e a idéia de um casal, foi a de criar uma bebida saudável, que não manchasse a roupa das crianças (criança adora derramar suco de uva na roupa né). Nisso surgiu essa bebida, uma aguinha saborizada, vitaminada, sem corantes, sem conservantes, sem gás e nessa embalagem que é uma coisa.


Pena que não tem no Brasil!!

Ah, e tem inclusive uma matéria aqui sobre a idéia do casal, onde eles contam a história de como tudo começou. SUPER COOL

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Divagações


"Quem é você?", perguntou a Lagarta.

Não era uma maneira encorajadora de iniciar uma conversa. Alice retrucou, bastante timidamente: "Eu - eu não sei muito bem, Senhora, no presente momento - pelo menos eu sei quem eu era quando levantei esta manhã, mas acho que tenho mudado muitas vezes desde então.

"O que você quer dizer com isso?", perguntou a Lagarta severamente. "Explique-se!"

"Eu não posso explicar-me, eu receio, Senhora", respondeu Alice, "porque eu não sou eu mesma, vê?"


Ando meio assim, montanha-russa... sabe como?


=P

Ahh gente, td mundo sabe que Alice no País das Maravilhas está sendo refilmado por Tim Burton né?

Pra quem não conhece Tim Burton é o diretor meio doidinho de Batman, Batman - O Retorno, Edward Mãos de Tesoura, Big Fish, Charlie and the Chocolate Factory, entre outros.

Então... a estréia está prevista para abril de 2010. Eu tô curiosíssima pra assistir. Alice sempre foi uma de minhas histórias prediletas, tem um toque irresistível de surrealismo...

Tem Johnny Depp (óbvio) como Chapeleiro Louco e Anne Hathaway como a Rainha Branca.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

PROMOÇÂO

O Blog CANTINHO DA MAKE ta fazendo uma promoção com um monte de mimos do Boticário, passem lá e confiram girls!!

;**

domingo, 23 de agosto de 2009

CRIATIVIDADE

Video muito legal, que mostra a criatividade em meio a essa infinidade de tecnologia que vivemos!

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Sorria!


Diálogo roubado:


- Nathy, queria te pedir um favor.

- Diga aí.

- Tem como cê me passar umas músicas da Eme House?

- Oi?

- Da Eme House?

- Uátafuck?

- Porra, a que canta riébi!

- A que canta O QUE, tia?

- Ai, cassete, A DROGADA!

- Aaaah, da AMY WINEHOUSE. Tá, te passo sim. Quais?

- Bem, só riébi, mesmo...

- Rehab, né?

- O que?

- Nada... Só essa? Certeza? Tipo, você conhece bem Amy Winehouse?

- Ahn?

- ...
- Ah, tá, tá... Essa aí dela também é legal. Manda também. É que eu amoamoamoamo a Eme House e queria trabalhar escutando ela.

- Hahahahahahahaha. *rindo compulsivamente* Obrigada por alegrar meu dia. Daqui a pouco te passo as músicas, tá?

- Tá bom... o.o


HAHAHHAHAHA


Eu ADOREI esse post no blog Cólica Mental, A Nathy é uma figurassa e escreve cada texto que alegra o meu dia!

Confiram!


;)

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Wee


E na minha onda da "síndrome de Pollyana', lembrei do Peanuts e do Rodrigo, fã do snoopy e sua turma, então vamos sorrir com os comentários dessa galerinha:

“Mas o amor não existe para fazer a gente feliz?”
(Charlie Brown)

“Se todos concordarem comigo, todos estarão certos.”
(Lucy van Pelt)

Lucy: - Olhe de outra maneira, Charlie Brown, nós aprendemos muito mais das falhas do que das vitórias.
Charlie Brown: - Isto me faz a pessoa mais esperta do mundo.

Charlie Brown: - Esse seu muro de pedras está sendo sua nova terapia, Linus. Toda vez que estiver com um problema você pode vir aqui e colocar mais uma pedra
Linus: - Não têm tantas pedras assim no mundo, Charlie.

Lucy: - Schroeder… por que você nunca me mandou flores?
Schroeder: - Porque eu não gosto de você!

“Eu lhe disse um milhão de vezes que os adultos são diferentes!”
(Linus Van Pelt)

Charlie Brown: - Não! Não! Não! Isso não está certo! Aqui está uma foto com alguns barcos nela. Agora me diga quantos barcos que você está vendo?
Sally: - Todos eles!

Lucy: - Você sabe o que mantém as estrelas no céu, Linus?
Linus: - Bem.... não sei ao certo… tachinhas?

E a melhor:
Linus vê uma folha caindo de uma árvore. Pára diante dela no chão e diz: - Você não será feliz aqui…

Nhá!!

Eu já tava pronta pra fazer um texto contando sobre a minha insatisfação pessoal e sobre o quanto eu detesto ficar acumulando sentimentos.
Mas ai, eis que a ficha cai.
Relaxa e abstrai.
Simplesmente porque algumas vezes, por mais que você tente, de todo o coração, não adianta que não vale a pena.
Uma pessoa só muda por iniciativa própria, não por influência de outras. Já me disseram uma vez que a motivação vem de DENTRO.
Perder tempo e gastar meu rico português explicando, debatendo e discutindo não vai adiantar, até por que (HELLO!) não adiantou até agora!!

That's enough!!

Tô agora na CAMPANHA PELA VIDA! Cada um cuida da sua!

Sejam felizes, o frio ta indo embora, logo é verão, e no verão sou mais feliz.
Chega de problema que não é meu!

=D

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Sexta feira, nem está mais tão frio, pelo contrário, hoje fez um dia lindo!! Sol gostoso o dia inteiro, aqueles dias em que você tem vontade de sair por ai, aqueles dias em que é bem mais simples sorrir. Depois de uns tempos de chuva chata e frio, um solzinho na sexta-feira foi muitíssimo bem-vindo. Espero inclusive que se estenda pelo final de semana. Domingo tem sky beach, e com sol será muito melhor.
Anyway... Mesmo com tempo mais quentinho tava a fim hoje daquela confort food sabe?? Optei por uma sopinha bem gostosa e quentinha (adoro sopa). O que me fez lembrar do quanto são gostosos os croutons e como muita gente desconhece essa delícia de acompanhamento pra uma sopinha amiga. Sem contar que eles podem dar mais luxo para aquela sua salada do dia a dia…
Eu costumo preparar com pão integral, fica mais gostoso na minha opinião. Mas qualquer pão de forma serve.

Minha receita é:
  • 6 fatias de pão;
  • 3 colheres (sopa) de manteiga;
  • 3 colheres (sopa) de azeite;
  • Temperos diversos à seu gosto (eu sempre uso chimichurri, e um pouco de orégano, às vezes um envelopinho daqueles temperinhos em pó)

Comece cortando as fatias de pão em pequenos cubinhos, com cerca de 1,5cm. Não dispense os cubinhos com casca, eles são os melhores porque ficam bem mais crocantes!
Leve a manteiga, o azeite e os temperos à uma panela antiaderente (algumas pessoas fazem na frigideira, eu prefiro a panela pela facilidade em mexer), até a manteiga derreter e tudo se misturar. Junte o pão em cubinhos e fique mexendo sempre até que dourem, para que não queime. Mexa por cerca de 10 minutos sem parar. Eles queimam com facilidade então, nao largue a panela e vá conferir a novela!!!
Vá mexendo, até todos os cubinhos ficarem crocantes…
Retire do fogo e deixe esfriar em papel absorvente, e aí você pode guardar em algum pote com boa vedação.Os croutons vão durar uns 20 dias lá no pote… mas duvido que você vai aguentar guardá-los por tanto tempo! E depois eu sempre prefiro os feitinhos na hora!!


Yummy! aproveite na sua sopinha ou saladinha!


Enjoy. ;)

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Follow the Leader

quarta-feira, 12 de agosto de 2009


Ai ai pessoas, sério, preciso de uma boa noite de sono, bem dormidinha, na minha cama, linda, bonita e gostosa, só pra mim. A correria ta grande, entre a virada de semestre na escola, funcionários demitidos, visita em casa, e toda essa confusão de gripe A, eu tô e-x-a-u-s-t-a!!
Falando em Gripe A, agora eu fiquei assustada. Estava conversando com uma aluna que é médica, e ela informou a quantidade de casos de mortes em Blumenau pela gripe. Alarmante! Parece mesmo que a vigilância epidemiológica orienta a dar outra causa mortis. É um tal de passar álcool nas mãos por aqui, ja tem gente que quando você estende a mão para cumprimentar te olha torto. Eu na dúvida estou preferindo ficar mais em casa, saio mesmo só pra vir trabalhar, onde já circula uma enorme quantidade de pessoas. O negócio mesmo é se cuidar, comer bem e tantar manter a imunidade em alta. Eu estou um pouco resfriada e com dor de garganta. Mas como não tive febre, estou tranquila.
A boa notícia é que meus pais estão me visitando e minha mãe hoje fez paozinho em casa, do jeitinho que eu gosto. Chegaram aqui na Wizard ainda quentinhos. Salgados e doces com canela, coco e chocolate.

goXXtoooso!!

Sábado tem Dinner for Friends, daquele jeitinho, com aquela comidinha especial que tem na casa do Fayet, sempre acompanhada de um bom vinho e muuuuita risada! Quem não vai, sinto muito, por que é MUITO bom.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Diariamente eu amo


Tem uma música, não sei se vocês conhecem - Diariamente, do Nando Reis - me inspirei a escrever um post.


Para calar a boca: Rícino
Para lavar a roupa: Omo
Para viagem longa: Jato
Para difíceis contas: Calculadora
Para o pneu na lona: Jacaré
Para a pantalona: Nesga
Para pular a onda: Litoral
Para lápis ter ponta: apontador
Para o Pará e o Amazonas: Látex
Para parar na Pamplona: Assis
Para trazer à tona: Homem-rã
Para a melhor azeitona: Ibéria
Para o presente da noiva: Marzipã
Para adidas o conga: Nacional
Para o outono a folha: Exclusão
Para embaixo da sombra: Guarda-sol
Para todas as coisas: Dicionário
Para que fiquem prontas: Paciência
Para dormir a fronha: Madrigal
Para brincar na gangorra: Dois
Para fazer uma toca: Bobs
Para beber uma coca: Drops
Para ferver uma sopa: Graus
Para a luz lá na roça: 220 volts
Para vigias em ronda: Café
Para limpar a lousa: Apagador
Para o beijo da moça: Paladar
Para uma voz muito rouca: Hortelã
Para a cor roxa: Ataúde
Para a galocha: Verlon
Para ser model: Melancia
Para abrir a rosa: Temporada
Para aumentar a vitrola: Sábado
Para a cama de mola: Hóspede
Para trancar bem a porta: Cadeado
Para que serve a calota: Volkswagen
Para quem não acorda: Balde
Para a letra torta: Pauta
Para parecer mais nova: Avon
Para os dias de prova: Amnésia
Para estourar pipoca: Barulho
Para quem se afoga: Isopor
Para levar na escola: Condução
Para os dias de folga: Namorado
Para o automóvel que capota: Guincho
Para fechar uma aposta: Paraninfo
Para quem se comporta: Brinde
Para a mulher que aborta: Repouso
Para saber a resposta: Vide-o-verso
Para escolher a compota: Jundiaí
Para a menina que engorda: Hipofagi
Para a comida das orcas: Krill
Para o telefone que toca
Para a água lá na poça
Para a mesa que vai ser posta
Para você o que você gosta: diariamente


Pois é. esta música me inspirou a escrever este post. Sobre tudo (ou quase tudo) o que eu gosto (não está em ordem ok?):

- Família;
- Pizza;
- Cheiro de terra molhada;
- Jantarzinho com os amigos;
- Amigos;
- Comprar sem culpa (e com culpa também, =P);
- Falar com pessoas queridas que eu não vejo há muito tempo;
- Amar e ser amada;
- Por do Sol;
- Nascer do Sol;
- Lua Cheia;
- Chegar em casa;
- Óculos escuros;
- Dividir shot e coca-cola com quem sabe o significado deles;
- Lenço cachecol e tantos outros de pescoço;
- Receber elogios (eu sei, sou egocentrica mesmo);
- Ouvir uma música que eu gosto no rádio;
- Um dia sem nada pra fazer e fazer o que quiser;
- Cheiro de mar;
- Trabalhar;
- Tirar férias;
- Cozinhar;
- Caminhar ao sol da manhã;
- Coca Cola bem gelada;
- Água;
- Praia;
- Namorar;
- Doce de Leite;
- Pantufas;
- Bobó de Camarão da mammys
- Meu aniversário;
- Havaianas;
- Dormir sem culpa;
- Cheiro de roupa recém lavada;
- Dançar ao nascer do sol;
- Brigadeiro de panela;
- Japonês com amigos;
- Seriados;
- Feriado;
- Sapatos;
- Sossego;
- Suspiro de felicidade;


E para vc o que vc gosta...diariamente.

Moralização Política



Recebi essa campanha por e-mail e achei genial.
Por isso resolvi apoiar e convido todos a fazerem o mesmo.

O mandato de TODOS os deputados federais e de DOIS TERÇOS dos senadores acaba em 2010.

O voto é livre e universal, e é a melhormaneira de corrigir o que está
errado.

Por favor, repasse.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

e a gente segue...


... tentando, errando e acertando às vezes.


Eu sou daquelas com síndrome de pollyana, a otimista por natureza, acredito sempre no melhor das pessoas. Me decepciono com isso, eu sei. Porque é aquela coisa de achar que por você pensar de uma determinada forma, os outros vão pensar igual. O que é obvio, não acontece.
O fato é: Cada pessoa é uma pessoa, cada um tem seus valores, julgamentos e opiniões. O que é certo pra mim, e muito certo, é errado pra outras pessoas. Um dos maiores erros que eu vejo por aí, inclusive vezes e vezes sem conta em mim mesma, é acreditar que todo mundo pensa igual, age igual, julga igual. Isso não existe, e por não entender isso é que a gente se decepciona, se frustra e se deprime.

Algumas vezes dói, quando alguém que lhe é próximo, caro e importante erra com vc, dói! Aliás, se quem erra com você é alguém importante, dói não às vezes, mas sempre! Mas então, o que me leva à seguinte questão: E quando quem erra é tão próximo que você não sabe, se dói mais o erro ou a possibilidade de excluir a pessoa de sua vida?

Eu sou muito apegada às pessoas, aos meus amigos, minha família. Quem me conhece de verdade sabe, o quanto prezo àqueles que são próximos. Então pra mim, isso tem uma mega importância. Outra coisa que não aceito, não admito e não entendo, é você tratar mal àqueles que te tratam bem. Ah me desculpe, mas não aceito essa história de tava com a cabeça quente, tava nervosa, tive um dia ruim, to estressada no trabalho. Numa relação entre pessoas, o que eu espero, é no mínimo reciprocidade. Dias ruins, todo mundo tem, dias, semanas, meses até algumas vezes. Mas daí à descontar nos outros, acho o Ó.

Uma resposta atravessada, um olhar de lado, acontece, normal. Mas seja grosseiro, e vá depois explicar, pede desculpas, sei lá se retrate. Só não trata mal de graça, à quem só quer teu bem.
É na real, misturei um monte de assunto de um monte de gente num tópico só, por quê passei, vi, ouvi e vivi muita coisa de uma semana pra cá.

Mas tudo se resume numa única conclusão eu acredito. Tente não errar com quem se importa com você!

=)

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Cozinheiras de Plantão

Ok, ok, eu deixo vocês darem gritinhos histéricos.
Sim, é uma panela cor-de-rosa com pegador de aço inox.
É um lançamento da marca Le Creuset. Ela chega aqui no Brasil, nas versões oval (logo abaixo), e redonda. Em ferro fundido e esmaltado.
Tem uma outra (sem previsão de chegada por aqui) que é em formato de coração para as mais apaixonadas, eu particularmente, além de não-apaixonada, acho pouco prático e muito estranho cozinhar numa panela em formato de coração, mas pra servir à mesa...
Enfim, os valores são realmente de sonho de consumo, pois custam à partir de R$ 400,00



quinta-feira, 30 de julho de 2009

GIFT

Gente, demorei pra postar, porquê tive uma semana meio corrida. Mas uma grande e antiga amiga me disse essas dias que havia me mandado um presente pelo correio, laaaaaá da Inglaterra. Quase morri, achando que não ia chegar, meu porteiro já não me aguentava mais de tanto que eu perguntava se não havia chegado nada pra mim.
Mas ele tanto não me aguentava, que quando chegou, ele foi PESSOALMENTE lá na Wizard me entregar!


Enfartei quando chegou, pq todo mundo sabe que eu adoro presente né?? =P

Eu abri e achei a coisa mais cute do mundo!!

APONTADOR
E ESSE MONTE DE LÁPIS DE BICHINHOS

DA GIRAFA, PRINCESINHA, GATO, ABELHA, SAPO E PEIXINHO.

Vai dizer que você não ficou com inveja de uma amiga assim?? Se eu fosse você eu ficaria! =D


terça-feira, 28 de julho de 2009

e nesse dia de chuva...

I'll never let you see
The way my broken heart is hurting me
I've got my pride and I know how to hide
All my sorrow and pain
I'll do my crying in the rain
I'll do my crying in the rain
I'll do my crying in the rain

Bebo café. Logo, existo.


Uma homenagem ao único responsável por me manter de pé e com os olhos abertos, as 07:30h, sempre que necessário.

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Bricando no Twitter



Ahhh gente.. AMEI, minha cara vai dizer!!

=D

segunda-feira, 20 de julho de 2009

20 de Julho, Dia do Amigo


Sabe aquele amigo que te dá xingão? Aquele amigo que te pede conselhos, que te dá um grande abraço de urso quando te vê, aquele que casou e vc nem foi ainda fazer uma visita, aquele que continua morando no mesmo lugarzinho a vida toda, aquele que sai com você na balada e dança até o sol raiar, aquele amigo que te liga de madrugada, aquele que nunca te liga, aquele que te liga bebado de madrugada, te acorda e vc nem liga, ainda bate papo e dá risada por horas, aquele que é louco pelo macarrão que você faz, aquele que bebe junto com você pra afogar as mágoas, aquele amigo que você só encontra em festas, aquele que vive na sua casa, aquele que inclusive tem a chave da sua casa, aquele que te leva pro médico, aquele que trabalha com você na sala ao lado, na mesa ao lado, o que te dá conselhos e puxa suas orelhas, aquela amizade coloriiiida, aquele amigo que devido a forças maiores você nem fala ou vê mais, mas continua morando no seu coração, aquele amigo que ta morando far far faraway e vc nunca mais conseguiu ver, mas sabe que continua a mesma coisa, aquele sobre o qual você não sabe muita coisa, mas ainda assim é seu amigo, aquele que segura sua mão, aquele que te oferece o ombro, que te xinga quando vc faz coisa errada. Aquele amigo que há muito tempo atrás reunia-se com você e fazia um grande café da tarde, aquele que já aparece na sua casa com uma barra de shot e uma coca-cola de 2l, o amigo que te acompanha a qualquer lugar. Aquele que é amigo de msn ou orkut e você nunca viu na vida, e aquele que vc conheceu no orkut ou msn e se tornou parte importante e essencial de sua vida, aquele que divide o puff contigo na hora da sessão filminho, aquele que sabe a importancia de um abraço bem apertado sem precisar de palavras, aquele amigo que vc vê somente uma vez por ano, o amigo de praia, aquele amigo que se tornou amigo em circunstancias tão adversas que nem vcs acreditam, aquele amigo que vc nem lembra direito como começou uma amizade, aquele que já foi alguma outra coisa e depois virou amigo, o amigo que some cada vez que começa um novo namoro, o amigo dos jantares regados a muito vinho, o amigo que virou amigo pq é vizinho, o amigo que faz tudo errado e que vc tem q puxar as orelhas de vem em quando, o amigo do curso de inglês, aquele amigo de faculdade, de trabalhos e de cantina, o amigo de viagem, aquele que cozinha pra você, e com quem troca receitas, o que você conheceu no trabalho e saiu arrastando ele como amigo pro resto da vida, o amigo que não gosta de nada que você gosta e aquele amigo que gosta de tudo tão igual a você que até parecem a mesma pessoa.

Sabe aquele amigo?? Você tem um desses? Eu tenho todos!!

=D

Obrigada a todos os meus amigos, por serem simples e confortavelmente, AMIGOS!

Beijo grande!!!

Gi

sábado, 18 de julho de 2009

15 GARRAFAS HISTÓRICAS DE COCA-COLA

Todo mundo já está careca de saber a respeito da minha paixão por coca-cola. Coca-cola bem gelada, aquela que o primeiro gole você chega a fechar os olhos para apreciar. Revendo toda a história do produto maravilhoso, encontrei essas 15 embalagens maravilhosas, diferentes e inusitadas até.


ALWAYS COKE =) Enjoy

Criadas por Roberto Cavalli em 2008 com designs extravagantes e direcionada ao público que gosta de ser fashion e colecionadores.
(LUXO)


Essas garrafinhas bolotinhas foram criadas em 2008 e o objetivo era pendurar na árvore, como se fosse bolas de natal. Imagina que delicia!

As mini latas foram inicialmente comercalizadas na Russia, eram chamadas de versão express. Até vieram para o Brasil, encontrávamos em todos os lugares anopassado, e ficou conhecida como coca-cola de R$1,00, já não se encontra mais, acredito que devido à baixa lucratividade no valor exclusivo e tabelado de R$ 1,00, que vinha inclusive estampado numa faixa amarela na borda da latinha.
Desenhada por Nathalie Rykiel, esta garrafa de Coca-Cola Light é uma edição especial de 20 anos da mesma. Foram feitas apenas 6.500 garrafas que foram vendidas em janeiro de 2009. Vai dizer que não da vontade de guardar uma garrafa como essa?

Para a comemoração dos 100 anos da Selfridges (loja de departamentos luxo em Londres), a Coca-Cola criou uma garrafa exclusiva. A edição limitada é amarela, cor oficial da loja, com exceção da tampa e da assinatura da marca, em vermelho.

Primeira Coca-Cola garrafa de Coca-Cola usada em 1899. Velha né? Nem mesmo eu senti vontade de beber vendo essa garrafa aí!

Essa para quem, como eu aprecia o líquido BEM gelado, cai como uma luva. Além da belíssima embalagem, esse frasco de Coca-Cola mantém o líquido refrigerado por mais tempo.

Criteriosamente escolhidos pela Coca-Cola, os M5 (Magnificent 5, ou os “5 Magníficos”, uma referência aos escritórios de design) foram convidados a estampar a sua visão de otimismo na inovadora garrafa de alumínio de 250ml. Os escritórios selecionados foram The Designers Republic (Inglaterra – Europa); MK12 (EUA – América do Norte); Lobo (Brasil – América do Sul); Caviar (Japão – Ásia); e Rex & Tennant McKay (África do Sul – África).
Além dos desenhos estampados nas garrafas, o projeto envolve decorações e videografismos para as casas noturnas que acompanham a identidade visual, além de vídeos e trilhas sonoras especiais para cada garrafa. O vídeo da garrafa brasileira também foi produzido pelo escritório Lobo, que trabalha em parceria com o Vetor Zero, escritório de efeitos especiais, 3D e pós-produção.

Coca-cola Fashion.

Estas 8 garrafas foram criadas para serem vendidas no verão em 2009 nos Estados Unidos. Será que chegam aqui? Amei.

Com temas de natação, ciclismo, basquete, futebol, ginástica olímpica, vôlei, badminton e tênis de mesa esta edição da Coca-Cola foi feita para os Jogos Olímpicos de Barcelona em 92.

Em 1915 os dirigentes da empresa contataram inúmeros designers para desenvolver um projeto para uma embalagem especial. As propostas foram elaboradas e enviadas atendendo aos seguintes requisitos: design exclusivo, manuseio simplificado, custo compatível com a produção em escala e potencial de reconhecimento imediato. O modelo da Root Glass Company, de Terre Haute, Indiana, foi o escolhido.
Na justificativa de seu projeto, a empresa ressaltou que a garrafa era tão única que poderia ser identificada no escuro, pelo tato.
Yeah!

Pegando carona na estréia do filme do agente James Bond “Quantum of Solace”, a Coca-Cola aproveitou a oportunidade para lançar uma edição limitada com embalagens especiais da Coca Zero, retirando a idéia do filme, e apelidando-a de “Coca-Cola Zero Zero 7″.

Criada pelo designer Manolo Blahnick esta edição limitada de Coca-Cola Light foi criada em 2009. Carrie Bradshow, do you like?
Chinese Coke. Criada por Jiang Hua esta bela “garrafa musical” segue a campanha Viva o lado bom da vida.


Esta edição limitada criada para o Verão americano tem as versões óculos, prancha, grelha, bandeira norte-americana e bola de praia.


Ai que vontade de tomar uma coca gelada!
*novidade*

sexta-feira, 17 de julho de 2009

quinta-feira, 16 de julho de 2009

É tempo de MAIS


Chega uma hora que você cansa..

Eu cansei.

Cansei do médio, do equilibrado, do sensato, do correto, do morno, do sereno.
Quero mais vida, mais cor, mais emoção, mais falta de ar, choro, lágrimas, brigas, gritos, ação!


Quero os extremos, não quero o 8, quero o 80, passando dos 90 batendo nos 100.


Chega de praticar a arte do desconversar, do acalmar, do respirar, do explicar e fazer entender. Quero olho no olho, transparência, sentimento, verdade, confusão e reação.

PAIXÃO!
ADRENALINA! INTENSIDADE! FEROCIDADE!

pls

terça-feira, 14 de julho de 2009

Serie coisas inúteis que vc adoraria!

Então, passado o stress, sem sono, achei mil coisinhas do tipo 'amo muito tudo isso' que são totalmente inúteis, mas que eu amei!!

Borracha de amendoim (L) (R$ 19,00)
Muito Cute!! Capinhas para chave, to quase comprando essas (R$ 19,00)
Extensor USB (R$ 164,90)
Preciso falar que amei? (R$ 29,90)
Palitos para petiscos, bem trash (R$ 54,90)
Peso para porta ( R$ 74,90)
Cofrinhooo (R$ 49,90)
tampa para banheira e porta sabonetes O MÁXIMO (R$ 59,90)
Eu que sou mega apaixonada por canecas, nao poderia deixar de adorar essa com asinhas! (R$ 59,90)
Adoseivo de parede que também é lousa, da pra anotar os recados, telefones e tal. (R$ 24,90)
tem em diversas estampinhas essas pinças, muito fashion (R$10,00)


Todos os produtos e muitos outros estão no site http://www.osegredodovitorio.com

ficaadica!

;)